Contar um pouco sobre a trajetória da Franquia.

 
Conheci a Help Home em uma feira do Sebrae em Março de 2013 e em menos de dois meses já era um franqueado, nestes cinco meses que passaram sinto que fiz uma ótima opção entrando para a família Help Home. Acredito já ter passado pela fase de adaptação mas a cada dia me deparo com novidades e também com situações pelas quais já haviam sido alertadas pelo Estevan através do curso inicial ou pelas nossas conversas mensais. Vejo este ramo de atividade em total aquecimento e expansão, com oportunidade incrível de ótimo resultado financeiro.
 
 
Qual o conselho ele daria para quem deseja abrir uma franquia
 
 
Para aqueles que, como eu, querem ser dono de seu próprio negócio vejo a franquia como uma opção segura, não isenta de riscos porém com riscos menores devido ao suporte dado pelo franqueador e por sua experiência sempre à disposição para ser usada ao nosso favor. Também temos que ser inovadores e estarmos sempre atualizados em relação ao nosso ramo de atividade, mas contamos com a consultoria de alguém que está há mais tempo no negócio e que como nós, busca o sucesso profissional e financeiro. O conselho que eu daria é que se você tem vontade de ser seu chefe e nunca fez isto antes, a franquia é uma ótima maneira de iniciar esta carreira, te dá muito mais segurança para encarar riscos mas com a segurança de serem melhor calculados.
 
 
Em uma escala de zero a dez, qual seria o nível de satisfação
 
 
Meu nível de satisfação nunca será dez então eu diria nível nove, pois acredito que sempre temos que estar buscando mais e o melhor, nunca ficar acomodado. Em meu ponto de vista esta satisfação não depende individualmente do franqueado ou franqueador mas em conjunto onde queremos chegar e do que somos capazes e percebo que este time está cada vez mais assertivo tendendo a satisfação do negócio sempre ao máximo.